4 Dicas para montar os planos de aula para 2020

O ano letivo daqui a pouco se inicia e você já começou a pensar sobre como fazer seu plano de aula para 2020? Como profissional da educação, certamente, você sabe da importância dos planos de aula para transmitir o conteúdo dentro de sala, de forma que atraia a atenção dos alunos e com que eles consigam apreender bem a matéria. 

Cada vez mais, escolas  e professores buscam maneiras de diversificar as ferramentas e recursos de ensino, para que as aulas não fiquem apenas na dinâmica clássica, onde o professor escreve a matéria no quadro, passa exercícios e o aluno copia. Há uma preocupação, que levanta um debate mundial, sobre fazer da sala de aula um ambiente mais interativo, com espaço para a realização de atividades lúdicas e jogos, onde os alunos se sintam envolvidos.

Para conseguir promover essa mudança e inovar no ensino, é importante incluir o planejamento desse tipo de atividade já no plano de aula. Confira o nosso post e saiba mais sobre como se planejar: 

 

  • 1) Monte os planos de aula de acordo com o planejamento pedagógico

 Para começar a montar os planos de aula de 2020, primeiramente é preciso ter em mãos o planejamento pedagógico da escola em que você leciona. O planejamento é criado em conjunto com os professores e a direção da instituição e determina quais serão as diretrizes do ano letivo, incluindo os objetivos, ciclos de avaliações, projetos extracurriculares, calendário escolar e questões burocráticas.

A partir da elaboração deste documento é que é possível montar o plano de aula, que precisa estar em sincronia com o que foi proposto no planejamento. Neste ano, o planejamento pedagógico precisa se adequar a implementação da Base Nacional Curricular Comum (BNCC) para o Ensino Médio. Além disso, também é necessário que os professores levem em consideração o último Enem e os vestibulares de 2019 ao formularem as aulas dos alunos do Ensino Médio. 

 

  • 2) Defina o objetivo e o tema da aula 

 Onde você quer chegar com essa aula? Quais são os seus objetivos? Quais habilidade precisam ser desenvolvidas pelos alunos? Essas são perguntas que atuam como base para montar qualquer plano de aula. Elas servem como direcionamento para determinar o que será abordado e qual é a melhor forma de fazê-lo para atingir o resultado esperado.

O tema e o objetivo de cada aula devem estar alinhados com as diretrizes traçadas no planejamento pedagógico e se relacionarem com o conteúdo programado, de acordo com cada série. É preciso ter em mente o que os alunos já sabem e o que eles precisam aprender.

 Ao saber o que se pretende com a aula, é hora de usar a sua experiência e também pesquisar bastante sobre o tema para estimular novas ideias, refletir a respeito das diversas metodologias e, então, montar um plano de aula de qualidade.

 O objetivos de uma aula podem categorizados em:

 

  • Conceituais: o aluno aprende a diferenciar conceitos, analisar e refletir.
  • Procedimental: a aula é voltada para aprender a fazer, como aprender a ler, escrever ou desenhar.
  • Atitudinal: são objetivos relacionados a ensinar o aluno sobre comportamentos esperados deles, como respeito e solidariedade.

 

  • 3) Monte um passo a passo da aula

 Com os objetivos e o tema da aula determinados, é hora de fazer o plano em si que precisa ser detalhado e ter os seguintes itens definidos:

 

  • Duração: se pergunte se o tempo da aula será suficiente para a realização do objetivo determinado e se você conseguirá abranger todo o conteúdo. Fique atento para não inserir muitas atividades, pense no tempo que os alunos irão conseguir fazê-las e não no que você gostaria. 
  • Desenvolvimento: este é o espaço onde você descreverá o que será realizado na aula, as atividades e as estratégias de ensino que serão utilizadas. Por exemplo, fazer um  jogo de perguntas e respostas, montar um debate, passar vídeos, usar slides, entre outros. Determine também a forma como você organizará os alunos, se eles ficarão em duplas, grupos ou separados individualmente. 
  • Materiais e recursos necessários: para colocar o plano de aula em prática é preciso saber se os materiais e recursos que você precisa estão disponíveis na escola, principalmente quando o assunto são ferramentas tecnológicas. Defina o que você quer usar, como datashow, computadores, jogos, acesso a internet, jogos, entre outros. 

 

  • 4) Deixe espaço para a avaliação

 Professores com anos de carreira já tiveram que montar vários planos de aula sobre o mesmo conteúdo, mas, certamente, foram modificando sua metodologia ao longo do tempo. Através do resultado dos alunos, conseguiram perceber as melhores estratégias de ensino e a necessidade de criarem aulas mais dinâmicas, por exemplo.

 Por isso deixar um espaço para a avaliação no plano de aula é muito importante, é a oportunidade para você avaliar se os objetivos foram atingidos e se as atividades propostas foram realizadas no tempo  pensado, por exemplo. Mas, o mais importante, é analisar qual foi a resposta dos alunos.

 Se questione: eles interagiram na aula? Se mostraram interessados? Conseguiram assimilar o conteúdo? Essa análise irá te ajudar a te tornar um professor cada vez melhor, a criar planos de aulas mais eficientes, e, com certeza, os alunos também ganharão muito com isso.

O que você achou das nossas dicas sobre montar planos de aula? Compartilhe este post com os professores da sua escola e ajude-os a se prepararem para o início do ano letivo também.

 

06
qualicorp
01
02
05