Como prevenir e tratar a hipertensão arterial

O que você faz para manter a pressão arterial controlada? Também conhecida como pressão alta, a hipertensão arterial é um problema que atinge muitos brasileiros e acontece quando ocorre uma elevação anormal da pressão, responsável pela circulação dos sangues pelas artérias. 

 

A pressão arterial é um resultado da força que o sangue faz naturalmente ao bater nas paredes internas das artérias, em contraposição com a resistência dos vasos para que aconteça essa passagem.  

 

Medida por milímetros de mercúrio (mmHg), a pressão arterial  dentro do normal seria 12 por 8. Quando a pessoa apresenta constantemente a pressão arterial maior ou igual a 14 por 9, ela é considerada hipertensa. Entretanto, já existem médicos que apontam o problema de hipertensão arterial quando ela chega aos 13 por 8. 

 

Você tem cuidado da sua saúde para não desenvolver a hipertensão arterial? Confira nosso post e aprenda o que fazer. 

 

Sintomas da hipertensão arterial

 

A hipertensão é uma doença que pode aparecer sem apresentar nenhum sintoma, por isso é tão importante fazer um check-up periódico com um clínico ou geriatra, no caso de idosos, e aferir a pressão para identificar qualquer alteração. 

 

Entretanto, existem alguns sintomas que aparecem quando a doença já está mais agravada. Procure um médico, se você sentir muitas dores de cabeça, falta de ar, visão borrada, dores no peito, zumbido no ouvido e tontura. 

 

A pressão alta pode ser controlada com remédios e através da mudanças de hábitos, o que é essencial para evitar o desenvolvimento de quadros graves como infarto ou AVC (acidente vascular cerebral). 

 

Com a hipertensão arterial, a circulação nas artérias coronárias é afetada o que pode fazer com que o coração não receba oxigênio e sangue suficiente para seu funcionamento, causando o infarto. Já as artérias da região do cérebro podem não conseguir se dilatar por causa da pressão alta, ficando obstruídas ou se rompendo, o que provoca o AVC.

 

 

Fatores de risco para desenvolvimento da hipertensão arterial

 

Existem alguns fatores que tornam a pessoa mais propensa a sofrer de hipertensão arterial, é preciso ficar atento à eles e entender o que pode ser feito para mudar este quadro. Pois, muitas vezes, estamos falando de questões relacionados ao estilo de vida do paciente e não apenas de caráter hereditário 

 

 

Características que aumentam a propensão de desenvolver pressão alta:

 

  • Histórico familiar: pessoas com pais hipertensos possuem 30% mais chances de desenvolver a mesma doença;
  • Estresse;
  • Poluição;
  • Sono irregular;
  • Consumo de bebida alcóolica em excesso;
  • Consumo elevado de sal;
  • Sedentarismo;
  • Diabetes;
  • Doenças renais;
  • Hipertireoidismo
  • Menopausa: a queda da produção de hormônios pode danificar as artérias;

 

 

Como se prevenir contra a hipertensão arterial

 

Como mencionamos, a hipertensão arterial quando não controlada pode gerar consequências sérias para a saúde do paciente, mas a boa notícia é que ela pode ser tratada a partir de pequenas mudanças no seu dia a dia. 

 

Mudanças estas que valem não apenas para aqueles já tem pressão alta, mas que também são recomendadas para  evitar o aparecimento desta condição. Além disso, a hipertensão também é tratada com o uso contínuo de medicamentos, mas, fique atento, eles só devem ser tomados sob prescrição médica.

 

Mantenha uma dieta balanceada

O tipo de alimentos que você ingere no seu dia a dia influencia diretamente nas chances de desenvolver hipertensão arterial, principalmente quando o assunto é o sal. A Organização Mundial de Saúde (OMS)  recomenda que o consumo de sal não ultrapasse 5 gramas por dia.

 

Portanto, procure reduzir o uso de sal  e de temperos industrializados na comida, fique de olho também na quantidade de sódio presente na composição dos alimentos. Insira frutas ricas em potássio na sua dieta, além de verduras e legumes. 

 

Outra dica é substituir a carne vermelha por frango ou peixe, pelo menos duas vezes por semana, e evitar embutidos. Se você for comer a carne de boi, prefira cortes que tenham menos gordura e não se esqueça de sempre beber muita água. 

 

Pratique exercícios físicos

A vida sedentária é um fator que torna a pessoa mais propensa a sofrer hipertensão arterial, por isso é recomendado criar uma rotina de exercícios físicos semanal. Se o seu horário for muito corrido, que tal tentar ir a academias ou praticar o esporte da sua preferência ao menos duas vezes por semana? 

 

Atividades aeróbicas, como a corrida e a natação, auxiliam na liberação de uma substância denominada óxido nítrico, que é vasodilatadora, ou seja, ajuda a controlar a pressão arterial. 

 

Se você já possui hipertensão arterial, entretanto, é preciso tomar um cuidado redobrado ao praticar qualquer exercício físico, para que o esforço não seja além do que o seu organismo está preparado. Consulte um médico antes de começar qualquer atividade física, ele irá analisar os resultados dos seus exames clínicos e indicar qual tipo de exercício é o melhor para o seu caso.

 

Procure controlar o estresse

O estresse  contribui muito para que qualquer pessoas, hipertensa ou não, apresente picos de pressão alta, por isso é essencial identificar quais fatores causam estresse no seu dia a dia e pensar em formas de reduzi-lo. 

 

A prática de exercício físico também ajuda a relaxar, mas você pode buscar outros recursos como meditar, ter um hobby, fazer atividades que te tragam prazer no final de semana e tentar tirar ao menos um momento do seu dia para se desligar do trabalho e descansar. 

 

 

O que você achou do nosso post sobre hipertensão arterial? Compartilhe esse artigo nas suas redes sociais e alerte as pessoas sobre a importância de combater esse mal.

 

 

06
qualicorp
01
02
05