Professoras: a importância de fazer um check-up da sua saúde

Você  que é professora, já deixou de cuidar da sua saúde por causa da falta de tempo? Ir ao médico e fazer um check-up periodicamente é essencial para  se prevenir contra diversas doenças, porém a correria do dia a dia muitas vezes aparece como um empecilho para conseguir se cuidar. 

 

De acordo com a pesquisa publicada pela Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), “Perfil de saúde de professoras da educação básica de escolas públicas de Montes Claros – MG”, a maioria dos entrevistados apontou a falta de tempo como o maior dificultador para adotar hábitos mais saudáveis. 

 

Nós entendemos como a rotina de professora, que comumente dá aula em várias escolas e ainda precisa aliar isso a outras obrigações diárias, como cuidar das tarefas domésticas e dos filhos, pode ser desgastante. Mas precisamos lembrar do seu bem mais precioso que é a saúde. 

 

Aprenda mais nesse post sobre a importância de fazer um check-up. 

 

O que é o check-up? 

 

Fazer um check-up não é ir ao médico quando você está doente ou apresenta alguma dor, o intuito dele é, na verdade, evitar com que você desenvolva quadros agravados de doenças que poderiam ser detectadas ou prevenidas através de exames de rotina, como de sangue ou urina. 

 

O check-up é uma avaliação médica de rotina, onde o clínico geral ou geriatra (no caso de idosos) irá avaliar o seu histórico de saúde pessoal e familiar e prescrever uma série de exames para, como o nome já indica, checar se está tudo ok. Essa é a melhor forma para detectar o desenvolvimento de doenças silenciosas, que só apresentam sintomas em seus estágios mais avançados.

 

Por exemplo, hipertensão arterial, o desenvolvimento de colesterol alto ou diabetes. Ao fazer os exames de sangue periodicamente o médico poderá detectar se os índices de colesterol e glicose estão no limite e já te orientar a mudar os hábitos alimentares para se prevenir. 

 

Com que idade começar a fazer o check-up  e com que frequência? 

 

Recomenda-se que pessoas com mais de 35 anos façam o check-up uma vez por ano, porém, no caso de pessoas em grupos de risco, por exemplo, com doenças crônicas, a periodicidade depende da avaliação do seu médico. 

 

Pois,  há casos específicos onde é preciso realizar determinados exames com um intervalo menor de tempo e é muito importante ficar atento à isso. Quando o assunto é saúde da mulher, não podemos nos esquecer da prevenção contra o câncer de mama, cuja principal forma de combate é fazer a mamografia anualmente, a partir dos 40 anos. 

 

 

Exames que são realizados no check-up

 

O primeiro passo para fazer o check-up é marcar uma consulta com o seu médico e informá-lo do objetivo da consulta, que é analisar como anda o funcionamento geral do seu organismo. 

 

No consultório, o médico irá fazer um exame clínico geral, que inclui aferir a pressão, auscultar o pulmão e o coração e responder a várias perguntas, para compreender os seus hábitos, conhecer o seu histórico de saúde pessoal e familiar. Para isso é primordial ter um diálogo honesto e não esconder nada, a relação de confiança entre paciente e médico é essencial nesse momento, 

 

Alguns dos principais exames solicitados em um check-up são: 

 

  • Hemograma
  • Glicemia
  • Colesterol total e fração
  • Ácido úrico
  • Creatinina
  • Triglicérides
  • Urina rotina
  • Exame de fezes
  • Eletrocardiograma
  • Teste Ergométrico 
  • Raio-x do tórax
  • Mamografia
  • Papanicolau

 

 

Essa lista pode variar de acordo com cada caso e com a avaliação médica. 

 

Adotar mudanças de hábitos no dia a dia

 

Depois que você fez o seu check-up e, através da análise dos resultados, recebeu as recomendações do seu médico, é primordial colocá-las em prática. Afinal, do que adiantaria realizar os exames e não se cuidar no dia a dia, não é? Mais uma vez, surge  a questão do tempo.

 

Portanto, a nossa dica é procurar maneiras de inserir uma atividade física na sua rotina, mesmo que seja uma caminhada de 30 minutos, lembre-se de beber muita água e manter uma alimentação balanceada e aplicar protetor solar. 

 

Ande com uma garrafinha de água na bolsa e leve-a para as aulas, irá te ajudar inclusive em relação a voz, instrumento tão importante para o trabalho das professoras. Na hora das refeições, prefira levar uma marmita de casa, assim você pode montar uma dieta rica em frutas e legumes e ainda economizar. 

 

O seu trabalho como professora é essencial para a construção de um mundo melhor, mas não dá para fazer isso com a saúde prejudicada. Cuide do seu bem-estar físico e emocional, preste atenção aos sinais que o nosso corpo envia. 

 

 

O que você achou deste artigo? Você tem amigas que tem deixado os cuidados com a saúde de lado? Compartilhe esse post nas suas redes sociais para lembrá-las da importância do check-up anual.

 

06
qualicorp
01
02
05