Quando devo procurar um psicólogo?

 

Cuidar da sua saúde mental é tão importante quanto se prevenir e tratar doenças físicas. Para ter qualidade de vida e bem-estar, a nossa mente também precisa estar saudável.

Nos dias atuais, em que vivemos em uma sociedade imediatista e em um mercado de trabalho altamente competitivo, problemas como estresse, ansiedade e depressão se tornaram mais comuns do que imaginamos. Por isso é tão importante estar atento aos sinais que a nossa mente dá e procurar um psicólogo, quando necessário. 

Fazer terapia não é sinal de fraqueza, pelo contrário, indica que você se preocupa consigo mesmo, está disposto a se conhecer e tratar possíveis problemas emocionais. Esse é o melhor caminho para aproveitar a vida ao máximo.

Mas, você sabe quando deve buscar a ajuda de um profissional? Confira nosso post e aprenda mais sobre como se cuidar:

 

Sintomas que atrapalham o seu dia a dia

 

Um dos principais sinais que apontam que é hora de procurar um psicólogo é ao perceber que  você não tem conseguido lidar com atividades que costumavam ser rotineiras. 

Por exemplo, quando simplesmente levantar da cama torna-se uma atividade exaustiva, se você se sente ansioso por ter que pegar um ônibus ou sair de casa. Se estas atividades tomam uma energia maior do que deveriam ou se você parou de fazê-las é necessário ficar atento. 

Quanto mais cedo você perceber essas alterações, melhor será para evitar que seu sofrimento se prolongue. Quando sintomas como estes aparecem é comum se sentir culpado e envergonhado, mas lembre-se que ter que depressão ou ansiedade não é sua culpa. Elas são doenças que têm tratamento e não te fazem pior do que ninguém.

 

Sensação constante de desânimo ou falta de energia

 

Se você tem se sentido mais desanimado do que o normal, com falta de energia ou vitalidade, esse pode ser um indício de que a sua saúde mental não está bem. 

É comum ter dias em que a gente se sente triste e desanimado, com vontade de ficar o dia inteiro na cama. Entretanto, se essa sensação passa a se tornar cada vez mais comum é preciso ficar alerta e procurar ajuda.  

A apatia é um dos sintomas mais recorrentes quando falamos de depressão. E ela te tirar o ânimo até mesmo para marcar uma consulta e ir ao psicólogo. Se esse for o caso, tente conversar com alguém próximo e peça para que essa pessoa te acompanhe até o consultório do terapeuta. 

 

Desinteresse por atividades que eram prazerosas

 

Outro sintoma típico de alguns transtornos psicológicos é quando atividades que você costumava gostar de fazer deixam de ser fonte de felicidade e prazer para se tornar um fardo. 

Perder interesse nos hobbies que te traziam alegria, se afastar de pessoas queridas e se isolar são comportamento diretamente ligados a falta de motivação. Isso pode acontecer devido a uma rotina de trabalho exaustiva, que não te permite repor as energias.

Não tirar tempo para se cuidar e relaxar pode acarretar no desenvolvimento de transtornos psicológicos. A mente e o corpo chegam em um estado de tamanha exaustão onde você sequer consegue aproveitar a vida. Se você se sente assim é hora de desacelerar e, com o auxílio de um psicólogo, pensar em formas de reduzir os níveis de estresse e ansiedade. 

 

Presença de sintomas físicos 

 

Você já ouviu aquela expressão de que “o corpo fala”? Ela é verdadeira e precisamos prestar atenção aos sintomas físicos que aparecem no nosso corpo, pois eles podem estar relacionados ao emocional. 

Sintomas como taquicardia, sudorese intensa, dores no estômago e no peito podem ser causados por transtornos de ansiedade, por exemplo. Cansaço físico e dores musculares são sintomas vivenciados por pessoas que têm depressão. O psicológico influencia diretamente o funcionamento de todo o organismo.

Entretanto, somente um médico poderá dizer se estes sintomas têm alguma causa física ou emocional. Procure um clínico geral e faça os exames necessários para se certificar se os sintomas são consequências de um possível  transtorno psicológico. 

 

Insônia ou excesso de sono

 

Distúrbios do sono estão fortemente relacionados à nossa mente. Você já percebeu que o ao ter uma boa noite de sono a gente se sente mais disposto no dia seguinte?  Dormir bem é essencial para o bem-estar.

A insônia pode ser um indicativo que que você precisa cuidar mais da sua saúde mental. Ela atua como um fator agravante em quadros de depressão, por exemplo, pois, aumenta a sensação de cansaço, desânimo e indisposição. 

Por outro lado, o excesso de sono também pode ser um problema. Dormir o dia inteiro não é algo saudável, se for algo recorrente. Esse sintoma pode ser derivado da apatia e da falta de vontade de viver, fique de olho.

Se você se identificou com um ou mais desse sintomas, procure prestar mais atenção no seu dia a dia, nas situações e sentimentos que tem te incomodado. Busque um psicólogo e não se esqueça que não há vergonha em pedir ajuda. Pelo contrário, é um sinal de que você se ama e quer ficar bem.

Você conhece alguém que tem lidado com esse tipo de situação e procurar um psicólogo poderia ajudá-la? Mande esse artigo para ela, mostre que você se importa e quer apoiá-la, ter o suporte de pessoas queridas faz toda a diferença no tratamento de transtornos psicológicos.

 

06
qualicorp
01
02
05